AMBULATÓRIO INTEGRADO DE BIPOLARES

O ambulatório integrado de bipolares (AIBIP) é um programa de tratamento para pacientes portadores de algum tipo de transtorno bipolar:

  • transtorno bipolar tipo I
  • transtorno bipolar tipo II
  • ciclotimia
  • transtorno bipolar outra especificação
  • transtorno bipolar associado a outras condições médicas

Sob a coordenação do psiquiatra e pesquisador Dr. Diego Tavares, realiza pesquisas em várias frentes como Psiquiatria, Psicologia, Neuropsicologia, Psicofarmacologia, Psiquiatria Biológica, Fisioterapia, entre outras, todas voltadas para um melhor entendimento e tratamento dos transtornos bipolares.

O AIBIP acontece todas às Sextas-Feiras, no período das 08:00 as 12:00, no segundo andar ala sul do Instituto de Psiquiatria (IPq) do Hospital das Clínicas.

No dia 18/01/19 iniciaremos as triagens e inclusão de pacientes no projeto de pesquisa de potencialização de depressão com estimulação magnética transcraniana (EMT) em pacientes com diagnóstico de depressão e de transtorno bipolar ( tipo I ou II). Verifique com cuidado os critérios de inclusão e exclusão abaixo e caso TODOS eles sejam preenchidos por você pedimos que preencha o formulário no final desta página com seus dados pessoais. À medida que o estudo for sendo executado os pacientes que preencherem o formulário serão convocados para uma consulta de triagem para verificação da real possibilidade de participarem do estudo. Por favor, só preencha o formulário se realmente apresentar critérios para poder participar do estudo!

 

Critérios de inclusão Critérios de exclusão
1) Está em depressão no momento presente (independentemente do diagnóstico ser transtorno depressivo maior ou transtorno bipolar); 1) Diagnóstico concomitante dos seguintes transtornos psiquiátricos: esquizofrenia, demências, retardo mental, transtorno mental orgânico, epilepsia;
2) Está em uso regular e sem falhas de um medicamento para tratar a depressão da lista abaixo:

Depressão clássica:
(  ) agomelatina
(  ) Bupropiona
(  ) Citalopram
(   ) Desvenlafaxina
(  ) Duloxetina
(  ) Escitalopram
(  ) Fluoxetina
(  ) Fluvoxamina
(  ) Mirtazapina
(  ) Paroxetina
(  ) Sertralina
(  ) Venlafaxina
(  ) Vortioxetina
(  ) Amitriptilina
(  ) Imipramina
(  ) Clomipramina
(  ) Nortriptilina
(  ) Trazodona
(  ) Quetiapina
(   ) Tranilcipromina
Transtorno bipolar: 
(  ) Quetiapina
(  ) Lítio litemia
(  ) Lamotrigina
(  ) Lurasidona
(  ) Lítio/Divalproato + Lurasidona
(  ) Lítio/Divalproato + Lamotrigina
(   ) Olanzapina + Fluoxetina
(  ) Divalproato de sódio
(  ) Lítio/Divalproato + Fluoxetina/Sertralina/Citalopram/Escitalopram/Bupropiona
(   ) Olanzapina
(   ) Carbamazepina
(   )  Lítio/AVP + Modafinil
(   ) Lítio/Divalproato + Venlafaxina/Duloxetina
(   ) Lítio/Divalproato + Aripiprazol
(   ) Lítio/Divalproato + Pramipexol

 

2) Ideação suicida aguda (avaliada por entrevista e avaliação clínica);
3) Idade entre 18 e 65 anos; 3) Gravidez suspeita ou confirmada;
4) Responder NÃO a todas as perguntas abaixo:

(  ) Reação adversa prévia a estimulação magnética transcraniana.

(  ) Crises epilépticas prévias.

(  ) Alteração em um eletroencefalograma.

(  ) AVC prévio.

(  ) TCE grave prévio (com  neurocirurgia).

(  ) Objeto metálico na cabeça (exceto boca) como pedaço de projétil, clipe cirúrgico, fragmentos de soldagem.

(   ) Algum aparelho implantado (marca-passo, cardíaco, cateter endovenoso).

(   ) Dores de cabeça muito frequentes ou intensas.

(   ) Alguma doença neurológica.

(   ) Alguma doença que cause dano cerebral.

 

4) Mulheres em amamentação;
  5) Doenças clínicas graves ou instáveis;

 

Interessados em participar deste programa de tratamento podem se candidatar para uma triagem preenchendo o formulário abaixo:

form

Copyright © 2018 – GRUDA – Todos os Direitos Reservados – Proibida a reprodução total ou parcial.